Saúde ocupacional

A saúde ocupacional é fundamental para garantir o bem-estar físico, mental e social dos trabalhadores em seu ambiente profissional. É uma abordagem multidisciplinar que visa prevenir doenças ocupacionais, lesões relacionadas ao trabalho e melhorar a qualidade de vida dos colaboradores.

Segue abaixo alguns dos serviços que oferecemos:

O PCMSO, Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, conforme as normas regulamentadoras do Brasil, é um programa obrigatório para empresas com o objetivo de promover a saúde dos trabalhadores.

Ele engloba a realização de exames médicos admissionais, periódicos, de retorno ao trabalho, de mudança de função e demissionais, além de avaliações clínicas e epidemiológicas.

O PCMSO tem como propósito identificar e prevenir doenças relacionadas ao trabalho, assegurar a aptidão dos funcionários para suas atividades e contribuir para a qualidade de vida no ambiente de trabalho.

A emissão do ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) é um requisito importante em diversas situações para garantir a saúde e segurança dos trabalhadores. Por meio do ASO,são realizados exames médicos que avaliam a aptidão física e mental dos funcionários em relação às suas atividades de trabalho.

Essa avaliação é obrigatória em várias circunstâncias e é regulada por normas e regulamentos específicos, que variam de acordo com a legislação vigente.

Em geral, a emissão do ASO é obrigatória nos seguintes casos: Admissional, Demissional, Periódico, Mudança de Risco Ocupacional e Retorno ao Trabalho.

Os exames complementares, conforme estabelecido pelas normas regulamentadoras no Brasil, consistem em avaliações médicas e laboratoriais adicionais que podem ser requisitadas após a realização dos exames médicos ocupacionais, tais como admissionais, periódicos, de retorno ao trabalho, mudança de função e demissionais, conforme previsto no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

Esses exames têm como finalidade complementar a avaliação da saúde dos trabalhadores e identificar possíveis riscos à saúde relacionados ao ambiente de trabalho. Isso desempenha um papel crucial no diagnóstico precoce de doenças ocupacionais e na prevenção de complicações.

O Programa de Conservação Auditiva, conhecido como PCA, é uma exigência das normas regulamentadoras no Brasil e deve ser implementado por empresas com o objetivo de prevenir a perda auditiva ocupacional, causada pela exposição contínua a níveis elevados de ruído no ambiente de trabalho.

O PCA abrange uma série de medidas, incluindo a avaliação da exposição ao ruído, a implementação de ações de controle, a disponibilização e o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), treinamento dos trabalhadores e a realização de exames audiométricos periódicos.

Seu propósito é proteger a saúde auditiva dos trabalhadores e assegurar que os níveis de ruído estejam em conformidade com os limites de segurança estabelecidos pela legislação.

O Programa de Proteção Respiratória, também conhecido como PPR, é um programa obrigatório para empresas.

Seu principal objetivo é proteger os trabalhadores da exposição a agentes nocivos respiratórios, como poeira, vapores ou gases tóxicos. Conforme estipulado pelas normas regulamentadoras no Brasil, o PPR engloba várias etapas, incluindo a identificação dos riscos respiratórios, a seleção criteriosa de Equipamentos de Proteção Respiratória (EPR), o treinamento dos trabalhadores, a realização de testes de vedação e um acompanhamento médico regular.
O propósito final é garantir que os trabalhadores respirem ar limpo e seguro, prevenindo assim doenças respiratórias ocupacionais e promovendo a saúde no ambiente de trabalho.

A gestão ambulatorial, oferecida por clínicas de saúde ocupacional, compreende um conjunto de serviços médicos e de saúde direcionados a empresas e seus colaboradores.
Isso engloba exames médicos ocupacionais, atendimento médico, programas de promoção à saúde, treinamentos, administração de prontuários médicos, consultoria em conformidade legal e outros serviços relacionados à saúde e segurança no trabalho.

Esses serviços têm como finalidade principal promover a saúde dos trabalhadores, prevenir acidentes e doenças ocupacionais, além de garantir a adesão às normas regulamentadoras vigentes.

Nossa equipe é altamente qualificada.

Invista na saúde e segurança dos seus colaboradores.

Entre em contato com nossos consultores para compreender quais laudos são necessários para a sua empresa.


Quais são os documentos obrigatórios?

Quais os prazos da 4ª fase do eSocial (SST)?

Eventos da 4ª fase do eSocial

No dia 13/10/2021 entrou em vigor a 4ª fase do eSocial para as empresas do grupo I (faturamento acima de 78 milhões). No dia 10/01/2022 a obrigatoriedade se estendeu as demais empresas do país. Após o início da obrigatoriedade da 4ª fase, as empresas são obrigadas a enviar os eventos SST (Saúde e Segurança do Trabalho) à plataforma.

​Este evento deverá comunicar acidentes do trabalho, sendo obrigatório o registro até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência. Em caso de morte, o registro deve ser imediato. Basicamente, deverá ser feita a abertura das CAT (Comunicado de Acidente do Trabalho) no sistema do eSocial. Este evento poderá ser realizado no próprio portal web do empregador.

Este evento deverá comunicar as informações sobre a saúde do trabalhador, incluindo avaliações clínicas e exames complementares, com suas respectivas datas e conclusões, sendo obrigatório seu envio até o dia 15 do mês subsequente ao da realização do exame. Basicamente, deverá ser feito o ENVIO DOS ASO (ATESTADOS DE SAÚDE OCUPACIONAL) dos colaboradores via XML ao sistema do eSocial.

Este evento deverá comunicar as condições ambientais de trabalho, indicando exposição aos fatores de risco e o exercício das atividades descritos na “Tabela 24 – Fatores de Risco e Atividades – aposentadoria Especial” do eSocial, devendo ser entregue até o dia 15 do mês subsequente ao início da obrigatoriedade dos eventos de SST ou do ingresso/admissão do trabalhador. Essas informações comporão o Perfil Profissiográfico (PPP) do trabalhador.É através do S-2240 que informaremos os riscos previdenciários que o trabalhador está exposto, as medidas de controle e proteção que a empresa utiliza.